100%

Sessões da Câmara serão traduzidas em libras

Com o objetivo de garantir a inclusão dos deficientes auditivos, foi aprovada nesta segunda, 13, um projeto de autoria do presidente da Câmara de Vereadores, Daniel Viriato Afonso, que institui a tradução simultânea das sessões pela língua brasileira de sinais (libras). O vice-presidente da casa, João Abílio Pereira, é coautor da preposição que contou com apoio da Associação dos Surdos do Extremo Sul Catarinense – Asesc, e do Lions Club, que incentivaram a idéia desde o início.
           Até Janeiro de 2018, a proposta vai ser colocada em prática - já que algumas mudanças estão sendo implementadas na Câmara como é o caso das transmissões ao vivo pela redes sociais. Por certo, no próximo ano as sessões contarão com intérpretes formados em libras para traduzir as discussões entre os vereadores. “Ao ser procurado para fazer algum projeto que promovesse a inclusão, pensei em algo que estivesse ao alcance da casa, quando sugerimos a tradução em libras. E esta proposta casou perfeitamente com as novidades que estão sendo implementadas e que abrangerão mais pessoas através das redes sociais e do nosso novo site. Precisamos atender toda a população!”, adiantou o presidente.
                A Asesc que conta com mais de 120 associados, prestigiou a votação com alguns integrantes. “As pessoas não conhecem as Libras, e é a segunda língua brasileira porque existem muitos surdos. É importante que todos compreendam a nossa linguagem, porque temos muita dificuldade de nos comunicar na maioria dos lugares públicos com as pessoas. Esse passo dado pela Câmara vai incentivar também outros locais a entender a necessidade de nos comunicar“, comentou, Rodolfo Pirola, que preside a associação.
             Representantes do Lions Club comemoraram a aprovação da Lei e prometeram levar a idéia para outras regiões do Estado. “Uma das bandeiras de todos os Lions de Araranguá é promover a inclusão e agradecemos a compreensão do presidente, Daniel. Vamos divulgar esta conquista para outros clubes para que incentivem os vereadores de suas cidades proporem leis semelhantes”, anunciou, Claudio Gomes, que representa o Lions Centro.   
Protocolos desta Publicação:Criado em: 13/11/2017 - 21:25:43 por: Morgana Costa Daniel Kindermann - Alterado em: 13/11/2017 - 21:25:43 por: Morgana Costa Daniel Kindermann

Notícias

Presidente da Câmara conquista aprovação da utilidade pública do Conselho Comunitário da Barranca
Presidente da Câmara conquista aprovação da utilidade pública do Conselho Comunitário da Barranca

Na justificativa ao projeto de lei apresentado, o autor explica que o conselho é uma associação sem fins lucrativos e que tem diversas finalidades, entre elas, executar programas de auxílio a inclusão de pessoas portadoras de deficiência, realizar ações de promoção cultural, social e educacional, de apoio a programas de saúde e cidadania, promovendo a democracia e valores universais

Professora defende artigo em Portugal representando Araranguá
Professora defende artigo em Portugal representando Araranguá

Antes de seguir para o compromisso na Universidade de Lisboa, onde defende o artigo em um congresso, participou da sessão da Câmara de Vereadores de Araranguá na segunda, 03, quando foi aprovado um projeto de lei por unanimidade, autorizando a ajuda financeira por parte do município na quantia de R$ 2 mil para ajudar nas suas despesas

Vereadores participam de missa pelos Poderes Públicos
Vereadores participam de missa pelos Poderes Públicos

A Igreja Sagrada Família, sediada no bairro, Cidade Alta, celebra durante toda a semana mais uma campanha intitulada “Cerco de Jericó”. Entre as atividades propostas, a celebração de uma missa pelos Poderes Públicos que foi realizada na tarde desta segunda, 03, e contou com a presença dos vereadores, Marcio Tubinho, Diego Pires, Jair Anastácio, Jacinto Dassoler, Paulo Roldão, o vereador licenciado, Ronaldo Soares, e do presidente da Câmara, Daniel Viriato Afonso, que apresentou a bandeira de Araranguá, representando o município na entrada das autoridades