100%

Aprovado anteprojeto que institui programa de incentivo a agricultura

Foi aprovado na sessão desta quarta, 04, um anteprojeto de autoria do vereador, Ronaldo Soares, que cria um programa de incentivo a agricultura. No texto da lei, ele sugere que a administração municipal realize a manutenção das estradas que dão acesso as propriedades que exploram pecuária, piscicultura e fruticultura. Na defesa no plenário, o vereador apontou números, lembrou da dificuldade que a agricultura vivencia e agradeceu a presença de representantes de associações ligadas a atividade. “O intuito do presente Anteprojeto de Lei é garantir através desse incentivo, que a manutenção das estradas de acesso às suas residências, de forma gratuita, pois inúmeros agricultores vem em busca desse serviço por estarem com os acessos às suas residências em situações precárias e sem condições de realizar a melhoria”, justificou o vereador.
           Acompanharam a votação representantes das associações dos produtores de leite e de agricultores acompanhados do engenheiro agrônomo, Zaqueu De Fáveri. O anteprojeto de uma lei, é considerado um estudo que aponta a necessidade para determinada situação. Agora segue para a administração, que entendendo ser conveniente, poderá criar um projeto de lei que retorne a casa para análise e discussão.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 05/04/2018 - 16:51:02 por: Morgana Costa Daniel Kindermann - Alterado em: 05/04/2018 - 16:51:02 por: Morgana Costa Daniel Kindermann

Notícias

Vereadores aprovam criação da Semana Municipal do Autismo
Vereadores aprovam criação da Semana Municipal do Autismo

De acordo com o projeto, na primeira semana do mês de Abril, a administração municipal através de suas secretarias competentes deverá promover campanhas publicitárias e institucionais, seminários, palestras e cursos sobre o transtorno

Vereador propõe criação de fundo para atender somente pavimentações de ruas
Vereador propõe criação de fundo para atender somente pavimentações de ruas

Os recursos do FMP, caso criado pelo Executivo, devem ser usados para financiar projetos de pavimentação, atender às diretrizes e metas contempladas na legislação municipal que verse sobre a política de pavimentação e conservação das vias públicas e adquirir equipamentos ou implementos necessários a execução destes trabalhos.