100%

Integrantes do Lions são recebidos pelo Presidente da Câmara

Um dos clubes de serviço mais atuantes de Araranguá, o Lions Club Centro, foi recebido no gabinete do presidente da Câmara de Vereadores, Daniel Viriato Afonso, na tarde desta terça, 10. Durante a conversa relataram os trabalhos realizados durante o ano, e manifestaram interessem em estar próximos das atividades do Legislativo. “Fizemos o que se chama de ‘visita cortesia’ ao presidente e quem sabe surjam possíveis parcerias para desenvolver alguns projetos”, disse o presidente do Lions, Wanderlei Nagel que estava acompanhado de mais seis integrantes do clube.
Para o presidente da casa, é importante dar espaço para ouvir quem tem envolvimento, principalmente, em ações sociais. “O Lions tem muitos anos de história e lutas em prol de nossa comunidade. É extremamente importante dar espaço para ouvi-los e com isso contribuir com nosso trabalho”, comentou, Daniel.
Fundado em 28 de Maio de 1960, o Lions Club Centro conta com 41 integrantes. Foi responsável pela fundação de mais dois Lions na cidade e os demais espalhados em toda a região da Amesc e Norte do Rio Grande do Sul. Está envolvido em algumas frentes de trabalho ligadas às bandeiras internacionais do clube e na cidade, contribuem com a manutenção de instituições como a Casa Lar, Madre Regina, Apae e Casa da Fraternidade.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 11/04/2018 - 21:25:03 por: Morgana Costa Daniel Kindermann - Alterado em: 11/04/2018 - 21:25:03 por: Morgana Costa Daniel Kindermann

Notícias

Vereadores aprovam criação da Semana Municipal do Autismo
Vereadores aprovam criação da Semana Municipal do Autismo

De acordo com o projeto, na primeira semana do mês de Abril, a administração municipal através de suas secretarias competentes deverá promover campanhas publicitárias e institucionais, seminários, palestras e cursos sobre o transtorno

Vereador propõe criação de fundo para atender somente pavimentações de ruas
Vereador propõe criação de fundo para atender somente pavimentações de ruas

Os recursos do FMP, caso criado pelo Executivo, devem ser usados para financiar projetos de pavimentação, atender às diretrizes e metas contempladas na legislação municipal que verse sobre a política de pavimentação e conservação das vias públicas e adquirir equipamentos ou implementos necessários a execução destes trabalhos.