100%

Administração entrega certidões positivas a empresários do Parque Industrial

Implantado no mandato passado do prefeito, Mariano Mazzuco, entre os anos de 2009 e 2012, o Parque Industrial ainda necessita de alguns ajustes para cumprir o principal papel determinado pela lei que o criou, de autoria do atual presidente da Câmara de Vereadores, Daniel Viriato Afonso, no ano de 2007. É que um dos principais problemas enfrentados pela administração ao retomar o governo municipal ano passado, foi voltar a fiscalizar adequadamente o cumprimento das exigências feitas aos empresários que conquistaram imóveis naquela área por doação do município. “Entre acertos e erros, precisamos destacar que o parque hoje é uma realidade importante e que merece receber algumas melhorias, mas estamos unindo forças para atender os empresários. Precisamos atrair mais investimentos para a cidade e isso é muito importante.”, mencionou o presidente, Daniel.  
Parte dos mais de trinta empresários contemplados com propriedades no parque, conseguiram cumprir todos os requisitos exigidos pela lei, e 16 deles receberam na tarde desta quinta, 24, a certidão que os habilitam a receber definitivamente o imóvel, no gabinete do prefeito, onde também estavam autoridades, vereadores e imprensa.
Um destes empresários que recebeu o certificado foi Wilmar Nagel, sócio-proprietário da Innal Indústria Nagel, um dos primeiros a se instalar no parque e que mantem a atividade em constante crescimento. “Ainda existem muitas coisas que precisam ser melhoradas, mas o parque ajudou nossa empresa ser ampliada, pois onde estávamos não era possível aumentar a produtividade. Em nome dos empresários que estão regularizados e dentro da lei, gostaríamos que a administração tomasse providências para cobrar de quem não deu a devida função a imóvel a propriedade”, cobrou.
Em sua fala, o prefeito, Mariano, aproveitou para lembrar da capacidade do município no crescimento industrial, as parcerias feitas para qualificação de mão de obra e explicar que as medidas estão sendo tomadas com relação aos pedidos apresentados pelos empresários. “Foi um longo trabalho feito até aqui e precisamos valorizar as participações destas empresas que conquistaram o certificado. A procuradoria do município está cuidando de todas as situações”, disse o prefeito.
 
Empresas irregulares podem perder os imóveis
 
São vários os requisitos exigidos para a empresa se manter no Parque Industrial de Araranguá e em torno de dez não conseguiram cumprir todos eles. Segundo o assessor jurídico da procuradoria, o advogado, Francisco Duelo, que participou da solenidade, até o final de maio, um projeto de lei deverá ser encaminhado para a Câmara de Vereadores para que estes imóveis doados retornem ao patrimônio público. “Como a doação foi feita por autorização do Legislativo, entendemos que a retomada dos imóveis também seja feita por lei”, explicou. Duelo também contou que seis empresas estão concluindo as exigências e que em breve, também poderão receber seus certificados.
Todas as empresas que devem perder os imóveis no parque tiveram seus processos administrativos analisados, inclusive, pela Câmara Normativa, órgão deliberativo e de apoio as ações da administração que conta com assento da Aciva. “É importante que a lei seja respeitada e que os empresários regulares tenham o respaldo necessário. A Aciva sempre apoiou o Parque Industrial e entende neste sentido”, comentou o vice-presidente da associação, Alberto Sasso. Desde o ano passado a Câmara Normativa se reúne eventualmente para analisar os casos.


Epresas certificadas no Parque industrial:
- Imbrasquim Química do Brasil Ltda. ME
- Espaço Casa Louças e Metais Sanitários Ltda.
- Innal Iindústria Nagel Ltda.
- KS Artefatos de Cimento Ltda.
- Transportadora Mazetrans Ltda. ME
- Alkasul Transpores Rodoviários Ltda. ME
- Comércio de Embalagens Vitto Ltda. ME
- Auto Diesel Chapeação e Pintura Ltda. ME
- Teres Mar Bom EPP
- AD Avlis Telas Ltda. ME
- Ronplast Embalagens Ltda. EPP
- Construtora Willemann Eirele ME
- Metal Gomes Metalúrgica Ltda. ME
- Colix Soluções para Resíduos Ltda. EPP
- Comércio de Cereais Madrid Ltda.
- Nutricional Distribuidora Ltda
 
 
 
Fotos: Rafael Torman / Prefeitura de Araranguá.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 27/04/2018 - 14:31:36 por: Morgana Costa Daniel Kindermann - Alterado em: 27/04/2018 - 14:31:36 por: Morgana Costa Daniel Kindermann

Notícias

Vereador sugere que município tenha fábrica de lajotas
Vereador sugere que município tenha fábrica de lajotas

Sob a alegação de que a medida reduziria custos com a contratação de empresas privadas para oferecer o material nas obras públicas, ele entende que a fábrica também poderia produzir blocos, e os materiais para a manutenção de bocas de lobo e meio fio

Câmara homenageia família Cândido Teixeira
Câmara homenageia família Cândido Teixeira

Foi aprovado o projeto de lei do vereador, João Abílio Pereira, que dá o nome de “Manoel Patrício Cândido Teixeira” para a Nova Unidade Básica de Saúde do bairro, Sanga Da Areia